Alunos têm momento cívico uma vez por semana
Não só o Hino Nacional é cantado: os Hinos do Paraná, de Cascavel, da Bandeira e da Proclamação da República também fazem parte do repertório

Posição de sentido, letra na ponta da língua e uma demonstração de civismo que, nos últimos tempos, tem se tornado rara. Independentemente da época do ano, as quintas-feiras no Colégio FAG são marcadas pelo momento cívico: um momento em que as crianças cantam hinos, aprendem sobre a Pátria e reforçam o respeito pelo país.

A atividade foi uma proposta do professor de música Aylson Dalferth, que dá aulas de Música na Escola. "O civismo se perdeu através dos tempos. Quando se canta o hino nacional isso dá consciência, é o mesmo que cantar uma música que te faz bem. É preciso retomar esse sentimento pátrio. Essa atividade está trazendo de volta o respeito das crianças por esse momento. Às vezes, em algum evento não conseguimos cantar o hino, então eles reclamam. É como você plantar uma árvore, frutos virão daqui a um tempo", expressa.

Não só o Hino Nacional é cantado: os Hinos do Paraná, de Cascavel, da Bandeira e da Proclamação da República também fazem parte do repertório. "A intenção é que eles conheçam o autor, conheçam a letra e saibam o que todas aquelas palavras significam. Havia muitos erros de fonética quando eles começaram a cantar, mas a gente vai consertando", conta Aylson.

"Eu acho importante isso, porque é uma homenagem do nosso país. Outras escolas precisam fazer isso também, porque é nosso país, é nosso povo. Nós aqui no Colégio FAG acabamos tendo mais esse conhecimento", fala Lívia Faggian, de 10 anos


VOLTAR